Ontem eu estava em um elevador com mais três outras pessoas que eu não conheço. Eram dois homens e uma mulher. Um deles estava falando.

– Acho que a profissão que mais não sabe de porra nenhuma e acha que sabe de alguma coisa é Administração. Odeio todos os administradores que trabalham comigo, putaquepariu. Bando de generalistas.

A Carol responde:

– João, cê sabe que o Carlos é formado em administração, né?

– Ah, é? Mal, Carlos.

Pelo visto Carlos era o outro cara no elevador. Mas o João continuou.

– Mas pior que administração é gastronomia, putaquepariu. Esse povo paga pra aprender o que deviam ter aprendido com a mãe em casa ka ka ka. E aí o trabalho deles é praticamente comer. Não é à toa que todos os chefs são gordos, né, Carol? Você já reparou que todos os chefs são gordos? E eles são metidos. Acham que entendem de comida. Porra, eu como todos os dias o dia inteiro por 55 anos. Eu entendo de comida! ka ka ka. Tudo virou gourmet, agora, puta viadagem. Coxinha gourmet… putaquepariu. Né, Carol?

– Cê tá de brincadeira comigo, né, João? Eu te falo há dias que tô fazendo aquele curso de Gastronomia aos sábados! Cê tá brincando, né?

– Porra, foi mal, Carol. Não tô falando de você… Tô falando daquele povo que faz FACULDADE de gastronomia. Mas tudo bem… O pior de tudo, na verdade, não é nem administrador ou gastronomista, caralho, nem sei como chama. O pior de tudo é jornalista, putaquepariu. Os filhos da puta acham que sabem de tudo, que entendem de tudo, que podem escrever sobre tudo. Caralho, um saco. E ganham pouco aí acabam sendo todos uns vendidos. Não confio em uma palavra do que ouço na TV!

Nessa hora o elevador chegou no meu andar. Pensei em ficar quieta, claro que o pensamento passou pela minha cabeça. Mas quem acha que eu ficaria quieta? Me despedi com um doce:

– Porra, João. Eu sou jornalista, mano.

E vi a cara do João (e da Carol, que abriu um olhão de surpresa, e do Carlos, que começou a rir descontroladamente) enquanto as portas se fechavam.

texto meu no Facebook (veja aqui)
Anúncios
Posted by:Amanda Previdelli

Jornalista, revisora e tradutora paulistana morando em Viena, na Áustria. Brazilian journalist, proofreader and translator living in Vienna, Austria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s